Vick Francisco pede revitalização do Salto do Pântano

O Salto do Pântano é um dos mais belos recantos de Descalvado

“O Salto do Pântano faz parte do patrimônio e da história de Descalvado”, assim, o vereador Luiz Carlos Vick Francisco (Cidadania) iniciou seu discurso explicando a Indicação que enviou ao Executivo sugerindo a revitalização do local e a contratação de Parceria Público Privada (PPP), permitindo que empresas particulares façam a exploração comercial do local, por meio da construção de restaurante e/ou lanchonete. 

“Se for necessário, a Prefeitura poderia desapropriar a área do entorno da cachoeira, pois, o rio e a queda já são do povo”, salientou Vick Francisco.

Segundo ele, “o Salto do Pântano é uma das quedas mais bonitas de toda a região, frequentada por muitas pessoas no passado, mas, atualmente a cachoeira está tomada pelo mato e praticamente inacessível”.

“Descalvado possui grande potencial para explorar o turismo, em virtude de suas belezas naturais e patrimônios históricos; porém o Poder Público precisa investir nesse setor, que poderá gerar muito emprego e renda para nossa cidade”, completou o parlamentar.

Instalação dos Pontos de Ônibus

Outra reivindicação de Vick Francisco foi a instalação de mais oito pontos de ônibus cobertos e com assento na cidade. “Entre 2018 e 2019, destinei R$ 32 mil para a compra e instalação dos novos pontos de ônibus e, segundo a própria Prefeitura, cada ponto custa perto de R$ 3 mil. Porém, até agora, somente foram instalados dois pontos” comentou.

“Enquanto isso, a população continua sofrendo. São idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais aguardando o transporte público em locais precários, sem cobertura e assentos, expostos ao sol e chuva. Aí eu pergunto ao Becão e Vianna: até quando a população mais carente ainda terá que sofrer?”, indagou.

Atendimento Bancário Dentro do Prazo Legal

Vick Francisco também vem lutando para resolver o atendimento aos clientes e usuários pelos bancos e casas lotéricas dentro do prazo estabelecido na Lei, no máximo, 15 minutos em dias normais e 30 minutos nos dias de maior movimento.

Por isso, ele enviou ofício ao Procon para saber se as agências bancárias e casas lotéricas estão cumprindo a Lei n.º 4.258/18, de sua autoria, que obriga esses estabelecimentos a afixarem cartazes informando o telefone e o endereço do Procon de Descalvado para reclamações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *