CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Troca de cesta básica por cartão-alimentação é alvo de polêmica entre servidores municipais

O Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que substituiu a cesta básica do servidor municipal pelo cartão-alimentação é alvo de polêmica entre os servidores.

O vereador Ismael Franceschini solicita que o Prefeito Municipal Becão Reschini explique por quais razões alterou a lei, para repassar as informações corretas aos funcionários insatisfeitos.

Ismael discorda da medida, visto que famílias de renda mais baixa tiveram prejuízo mesmo com os R$ 100,00 concedidos como reajuste no auxílio-alimentação. O reajuste não é suficiente para a compra dos itens da cesta básica. “Sem contar os dois anos sem qualquer aumento no salário, período em que os índices de inflação subiram, sobretudo dos produtos alimentícios”.

Infraestrutura urbana

Outra solicitação do vereador refere-se a realização dos serviços de infraestrutura urbana e asfaltamento nas referidas ruas, em prol dos moradores daquela região.

Ele pede urgência especial às ruas: Alcides Tiengo, João Francisco Ravazi, Carlos Alton, Etelvina da Matta, João Donizetti Trombini, Irmã Tereza Stafuzza e Clóvis Alvares Ferreira Junior, vias loteadas antes da alteração da Lei em 2002, quando a responsabilidade de asfaltar o local ficou sendo do loteador e não mais da Prefeitura.

O vereador foi procurado por moradores dessas ruas que anseiam pelo asfaltamento das vias, para que os veículos e pedestres possam transitar com maior segurança.

Meio ambiente

Ismael sugere ao Prefeito Municipal a formalização de parcerias com a iniciativa privada e ONG’s visando à construção de passagens para animais silvestres pelo alto das matas existentes na cidade.

As chamadas “passagens aéreas para fauna” são estruturas metálicas altas que permitem que os animais circulem de uma área verde a outra, como por exemplo do Parque “Sebastião Fiochi” até a Represa Rosária, passando pela FEPASA e pelo bairro São Sebastião, com o objetivo de preservar estes animais.

Isso porque no perímetro urbano de Descalvado existem várias matas e não é incomum ver animais silvestres como saguis circulando pela cidade, com risco de atropelamento.