CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Pastor Adilson pede gratificação para professores

Vereador Pastor Adilson Gonçalves

O vereador Pastor Adilson Gonçalves (PSC), vice-presidente da Câmara Municipal, pede, por meio de indicação, que a Secretaria de Educação e Cultura conceda gratificação salarial aos professores da rede municipal de ensino no mês de outubro de cada ano, quando é comemorado o Dia do Professor.

Na opinião dele, a concessão de gratificação é uma forma de “reconhecer o trabalho e incentivar estes profissionais de grande importância para a sociedade”.

“Os professores estão cada vez mais desvalorizados e desmotivados com os baixos salários, além de sérios problemas como más condições de trabalho e violência nas escolas, entre outros”, pontua.

“A profissão de professor é uma das mais antigas e mais importantes pelo seu papel na formação do cidadão, e, por isso, a sociedade e o Poder Público devem se convencer de que necessitam de professores bem preparados e capacitados para que a educação melhore”.

SAMU

Pastor Adilson reitera ao Executivo que estude a possibilidade de implantar uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Descalvado.

O vereador destaca tratar-se de um programa “que tem como finalidade prestar o socorro à população em casos de emergência; com o SAMU, o governo está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce”.

O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.

Psicólogos nas Escolas

Pastor Adilson propõe, por meio de anteprojeto de lei, que a Prefeitura contrate psicólogos para atender em todas as unidades da rede municipal de ensino. Ele deverá protocolar anteprojeto de lei nesse sentido para a próxima sessão ordinária do Legislativo.

O vereador justifica que o atendimento psicológico para crianças e jovens nas escolas pode ser mais uma ferramenta para a prevenção ao suicídio, além de ajudar em outras questões relativas à vida dos estudantes.

“Muitas crianças e jovens sofrem abuso sexual, estão envolvidos com drogas, enfrentam problemas psicológicos e, na maioria das vezes, os pais e a família não tomam conhecimento. Com um atendimento especializado de psicólogos nas escolas, muitos desses problemas poderão ser resolvidos ou minimizados”, destaca.