Pastor Adilson defende instituição da Guarda Mirim

Vereador Pastor Adilson Gonçalves

O vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Pastor Adilson Gonçalves (PSC) defende que o Executivo estude a possibilidade de instituir a Guarda Mirim em Descalvado. O objetivo é oferecer melhores condições a jovens da cidade.

Segundo ele, a Guarda Mirim seria “uma forma de evitar que muitas crianças e jovens sem exercer atividades no transcorrer do dia permaneçam ociosas perambulando pelas ruas da cidade”.

Pastor Adilson lembra que a Guarda Mirim é um projeto social com mais de 50 anos de existência no auxílio a jovens de 14 a 18 anos. “Dentre os principais pontos destacam-se a colocação no mercado de trabalho, embasada na Lei do Menor Aprendiz, o projeto pré-profissionalizante e a complementação educacional”, argumenta.

Prevenção

Outro aspecto ressaltado é quanto à prevenção ao uso de substâncias entorpecentes. “O problema das drogas e da violência no Município é uma questão de extrema importância e os jovens e crianças são os principais alvos maiores dessa maleficência”, afirma.

“A Guarda Mirim tem por objetivo acolher, preparar e motivar os jovens cidadãos para a prática do bem, da ordem e da cidadania, através de cursos profissionalizantes, comportamentais e palestras, oferecendo-lhes oportunidades de prestação de serviços, apartando-os do vício e da ociosidade, valorizando-os e tornando-os úteis à comunidade”, conclui.

Pavimentação

Pastor Adilson sugere o término do asfaltamento da estrada vicinal “Vito Gaia Puoli” no trecho que liga Descalvado a Pirassununga. “A estrada é muito utilizada por agricultores da região, bem como por estudantes e trabalhadores que intercambiam entre as duas cidades”, observa.

“A vicinal possui apenas um trecho de pavimentação a ser concluído. Esse trajeto até a Via Anhanguera oferece vantagens e economia para os usuários, sendo uma ótima opção para aqueles que se dirigem à capital”.

O parlamentar lembra que “a Prefeitura de Pirassununga realizou as obras de asfaltamento do trecho pertencente àquele Município, restando, agora, um pequeno trecho para sua complementação, pertencente a Descalvado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *