CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Mir Valentim defende ações de educação no trânsito

O vereador Mir Valentim (Cidadania) defende que a Secretaria de Educação e Cultura passe a desenvolver ações voltadas à educação de trânsito nas escolas da Rede Municipal, conforme previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Em sua indicação, o parlamentar sugere que sejam feitos contatos com a Polícia Militar para o estabelecimento de parceria visando o desenvolvimento do projeto. “A educação para o trânsito se dá em um processo contínuo de construção de conceitos e valores para o exercício da cidadania”, afirma.

Mir destaca que “a educação para o trânsito visa estimular hábitos e comportamentos seguros, transformando o conhecimento em ação, por meio de observação, vivências e situações encontradas do cotidiano”.

O artigo 76 do CTB prevê que a educação para o trânsito será promovida na pré-escola e nas escolas de 1º, 2º e 3º graus, por meio de planejamento e ações coordenadas entre os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito e de Educação, da União, dos Estados, e dos Municípios.

Coleta Seletiva

Mir reivindica à Secretaria de Educação e Cultura que promova ações de incentivo à coleta seletiva nas escolas da rede municipal. “Em virtude da relevância do tema no processo de formação dos alunos, pois o meio ambiente é fundamental no nosso planeta”, diz.

O parlamentar lembra que Lei Municipal n.º 2.569, de 18 de novembro de 2005, criou o Programa de Coleta Seletiva e Reciclagem de Lixo em Descalvado. “Em seu artigo 4º, inciso III, a lei prevê a promoção de projetos de educação ambiental nas escolas”.

Para ele, a lei tem o intuito de capacitar professores e alunos para tratar a questão da problemática do lixo, em todos os seus aspectos. “A coleta seletiva, além de contribuir com o aspecto ambiental, facilita o trabalho dos coletores, melhorando, inclusive, a limpeza da cidade”, salienta.

“A escola é um ambiente muito importante para este tipo de ação, uma vez que é uma multiplicadora de boas práticas, ensinando desde cedo as crianças sobre a importância da reciclagem para o meio ambiente. Muito mais que ensinar conteúdos previstos no currículo, o papel da escola é formar cidadãos com senso crítico e habilidade para pensar e agir para mudar o mundo”, completa.