Médicos explicam aos vereadores problemas no plantão do Pronto Socorro

Plantonistas responsáveis pelo setor visitaram a sede do Legislativo para conversar com vereadores; nova reunião está agendada

Os médicos Renan Dituri Mufato e Vander Vieira, responsáveis pelo plantão no Pronto Socorro (PS) de Descalvado, estiveram na Câmara Municipal na tarde de terça-feira, 9 de abril, para falar sobre questões relativas aos plantões na unidade de saúde.

Os profissionais que cuidam da Urgência e Emergência do PS falaram sobre as dificuldades, problemas, carências e deficiências do setor e explicaram o funcionamento da unidade. Esclareceram questões como a da demora no atendimento de pacientes, que têm recebido reclamações e questionamentos dos usuários e dos vereadores.

Mufato e Vieira relataram que o médico de plantão faz, em média, 110 atendimentos a cada 12 horas. De acordo com eles, em 2018, foram mais de 60 mil atendimentos, dos quais, 44 mil foram de baixo risco, que poderiam ser efetuados nas unidades de saúde dos bairros.

Nova Reunião

Uma nova reunião para tratar das questões relativas ao PS está agendada para o dia 30 de abril, uma terça-feira. Desta vez, deverão participar, além dos médicos e vereadores, Wander Boneli, secretário de Saúde, e outros representantes da Prefeitura, e Sidnei Piza, provedor da Santa Casa.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Sebastião José Ricci (PP), classificou a reunião como “muito produtiva”. Segundo ele, “foi importante ouvirmos as explicações sobre esses problemas que têm sido apontados para que possamos, em conjunto, resolver essas questões”.

Para o vereador Paulinho Gabrielli (PPS), “estamos buscando sanar os problemas para que possamos garantir boas condições de trabalho para os profissionais da Saúde e o melhor atendimento possível para nossa população”.

Participaram da reunião, Ricci, Paulinho, Argeu Donizetti Reschini (PTB), Daniel Bertini (PMN), Luisinho Panone (PSD), e Reinaldo Ninja (PSDB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *