CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Marcelo Figueiredo quer que empresas façam manutenção na rede elétrica

O vereador Marcelo Figueiredo (Cidadania) quer que a Prefeitura notifique a CPFL e as empresas de telefonia e internet de Descalvado para que façam a manutenção da rede, visto a grande quantidade de fios caídos pela cidade.

Segundo ele, há vários pontos em que há verdadeiros emaranhados de fiação de energia elétrica, internet e telefone. “Em alguns desses locais os fios estão frouxos e baixos, chegam inclusive a tocar o chão. É uma situação que tem causado preocupação aos cidadãos”, diz. 

“Um dos pontos que chama a atenção e tem motivado reclamações dos munícipes é o entorno da Praça Santa Cruz das Almas, na esquina das Ruas José Bonifácio e Pedro de Alcântara Camargo.

Dilvulgação

Marcelo Figueiredo solicita ampla divulgação da mudança de local do Procon, que passou a funcionar no prédio do Poupatempo. “Muitos munícipes ainda não sabem e continuam a procurar pelos serviços no antigo endereço”, afirma.

Ele lembra que o Procon funcionava em um imóvel na Rua Coronel Arthur Whitaker, nº 54, “onde foi colocado um aviso muito discreto de que a instituição já não atua nesse endereço”.

Agora, prossegue, o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), as unidades do Banco do Povo e do Procon, e a Junta de Serviço Militar passaram a funcionar na unidade do Poupatempo, na Rua Coronel Arthur Whitaker, nº 137, no prédio onde funcionava o Banco Itaú.

“É necessário instalar uma placa de boa visibilidade comunicando a mudança, bem como utilizar o site institucional da Prefeitura e meios de comunicação locais para dar publicidade ao assunto e informar a população”, observa.

Limpeza de Terreno

Marcelo Figueiredo solicita à Vigilância Sanitária que notifique o proprietário para limpeza do terreno existente na Rua Sebastião Clemente de Freitas nº 10, no Recanto dos Cisnes.

Segundo ele, “o mato alto e a sujeira incomodam os vizinhos, já que o aparecimento de insetos e animais peçonhentos nas residências do entorno é uma preocupação de quem mora na região”.

O parlamentar salienta que o ambiente está propício para o acúmulo de água e proliferação do mosquito da dengue. “Providências precisam ser tomadas, já que a falta de cuidados com o terreno oferece risco à saúde dos nossos cidadãos”, conclui.