CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Marcelo Figueiredo defende interligação entre bairros por ciclovias

O vereador Marcelo Figueiredo (Cidadania) sugere à Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento, Obras e Serviços Públicos estudos voltados à construção de ciclovias interligando as várias regiões da cidade.

De acordo com ele, “Descalvado possui vias extensas e largas que comportariam perfeitamente a criação de ciclovias, de modo que os ciclistas tenham espaço adequado para essa prática lado a lado com demais veículos”. 

Marcelo Figueiredo cita estudos conduzidos por Clodoaldo Coelho e Thiago Pistori, estudantes descalvadenses, que resultaram em Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para obtenção bacharelado em Engenharia Civil, que abordam o tema.

Estudos

Segundo o vereador, o trabalho contempla uma série de aspectos, como organograma de elaboração de uma ciclovia, e a criação de bicicletários em vários pontos da cidade, dentre os quais a Royal Canin, a E.E. José Ferreira da Silva e em supermercados locais;

Ainda conforme Figueiredo, “o estudo contempla também propostas de ciclovia bidirecional na Avenida Bom Jesus, na Rua Maestro Francisco Todescan, na Avenida Descalvado, na Perimetral César Martinelli, na Avenida Guerino Oswaldo, bem como de ciclovia unidirecional na Rua Coronel Manoel Leme, contemplando, portanto, toda nossa cidade”.

Para ele, “uma boa mobilidade urbana é fundamental para o melhor funcionamento da cidade e esta é uma questão que surge como um novo desafio às políticas ambientais e urbanas”.

Marcelo Figueiredo destaca que “as ciclovias surgem ainda como espaço para encorajar o uso da bicicleta como meio de transporte também no dia a dia, sendo esta uma alternativa segura e sustentável, além de ser benéfica para a saúde dos cidadãos”.

Remoção

O parlamentar solicita que, quando a remoção de árvores do passeio público, já sejam retirados os tocos e efetuados os reparos nas calçadas, a fim de melhorar o aspecto visual de vários pontos da cidade e de garantir a plena mobilidade aos munícipes. 

“Há vários pontos de nossa cidade em que árvores foram removidas, porém, os tocos permanecem no local. “São necessárias a retirada completa e a reconstrução do passeio público para que o serviço fique a contento”, observa. 

“A preocupação não é só com o aspecto visual ruim, mas, sobretudo, com a insegurança que é causada, devido aos riscos de incidentes decorrentes do comprometimento da acessibilidade, já que as calçadas permanecem irregulares”.

Reparo

Figueiredo solicita o reparo do passeio público e do pavimento nas imediações da ponte existente na Rua Padre Jeremias José Nogueira, conhecida como “Rua Velha”, no bairro São Sebastião. 

De acordo com ele, na via há uma parte do calçamento e do pavimento asfáltico que está cedendo, devido a uma infiltração nas imediações da ponte, e a erosão traz riscos, o trânsito ali é pesado e intenso e há grande movimentação de crianças e adolescentes devido à localização da EMEF “Edna Maria do Amaral Marini”.