CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Figueiredo sugere cronograma para recolhimento de inservíveis

O vereador Marcelo Figueiredo (Cidadania) sugere a criação de um cronograma para recolhimento de materiais inservíveis, aqueles que não são abrangidos pelo lixo domiciliar, o conhecido caminhão “cata treco”.

“Assim, a população poderá programar o descarte de acordo com o dia e local estabelecido, evitando que a cidade fique tomada por entulhos, principalmente nos terrenos e esquinas”.

Para ele, “existe a necessidade de criação de um itinerário para que esse caminhão percorra o Município e faça o recolhimento dos inservíveis de forma periódica para que os munícipes conheçam a periocidade da coleta e se organizem para fazer o descarte de forma que rapidamente seja retirado das ruas”.

Sujeira e Perigo

Figueiredo observa que “em todas as regiões da cidade é possível notar uma grande quantidade de inservíveis espalhados em terrenos abandonados, esquinas, canteiros e até mesmo defronte às residências”.

O parlamentar destaca que “esses materiais acabam ficando por dias ou até mesmo meses acumulados, tornando-se foco para criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças”.

Em Cordeirópolis, cita, “a Prefeitura divulga o cronograma do caminhão “cata treco”, informando o dia em que o recolhimento de móveis inservíveis e madeiras será realizado em cada bairro e, ainda, detalhando os materiais que não podem ser descartados, como entulho, lixo orgânico e alguns recicláveis”.

Informações Sobre Obras

Figueiredo sugere à Prefeitura que, por meio do site institucional, mídias sociais e veículos de imprensa, preste informações à população a respeito das obras que vêm sendo realizadas em diversos pontos da cidade.

“A execução das obras como a colocação de bocas de lobo, causam transtornos à população, visto que grandes buracos são abertos no pavimento asfáltico resultando em muita poeira, sujeira e, ainda, interdição do trânsito”, afirma.

Reparo

O parlamentar pede o reparo do bueiro situado na Rua Antônio Botaro e a limpeza e capinação do mato em toda aquela região. “Muitos munícipes fazem uso das vias públicas daquela região para caminhada, corrida e para pedalar”, diz.