CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Daniel reivindica profissionais especializados em asilos

O vereador Daniel Bertini (Podemos) reivindica que o Executivo disponibilize profissionais de fisioterapia, terapia ocupacional e psicologia nos asilos do Município para melhorar os cuidados com a saúde física e mental dos moradores.

Segundo ele, “os asilos e instituições de longa permanência são locais cada vez mais procurados pelas famílias, para abrigar e oferecer uma melhor qualidade de vida às pessoas na terceira idade, isso porque a população idosa vem crescendo de forma acelerada nos últimos anos”.

Daniel observas que “dentre os cuidados necessários com as pessoas idosas, destacam-se a mobilidade, coordenação motora e a saúde mental, uma vez que essas perdas fazem parte do processo de envelhecimento”.

Por isso, prossegue o parlamentar, “para tanto, o trabalho desenvolvido por fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e psicólogos é de fundamental importância neste período da vida”.

Capoeira

Por meio de anteprojeto de lei, Daniel propõe o reconhecimento da capoeira como bem imaterial brasileiro e o ensino da capoeira, nas suas diversas modalidades, em especial a Regional e de Angola, como preservação do patrimônio cultural de Descalvado.

O texto prevê que “os estabelecimentos de educação básica poderão celebrar parcerias com pessoas físicas, associações, ligas e federações ou outras entidades que representem e congreguem mestres e demais profissionais de capoeira”. Segundo o anteprojeto, “o ensino da capoeira deverá ser integrado à proposta pedagógica da escola de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos.

Daniel destaca que a capoeira é patrimônio cultural imaterial da humanidade desde 2014. “A capoeira possui caráter educacional e formativo em suas manifestações culturais e esportivas”, afirma.

“A capoeira, certamente, é representante genuína da cultura do povo negro no Brasil e símbolo de resistência desde a época da escravização, estando intimamente ligada à história social, cultural e política de nosso povo”.

Turismo

O parlamentar solicita à Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo a colocação imediata das placas de identificação dos pontos turísticos de Descalvado, que já estão prontas, faltando apenas a instalação.

Dentre outros, Daniel aponta como pontos turísticos e de belezas naturais da cidade a Igreja Matriz, a Praça Centenária Jardim Velho, a antiga FEPASA, o Museu Público Municipal, o Castelo Almanza, fazendas centenárias, além das famosas cachoeiras Salto do Pântano, Salto do Gasoso, e Cachoeira do Índio, entre outras. “São locais de grande potencial turísticos, mas pouco explorados pela Municipalidade”, frisa.

Correio

Daniel encaminhou ofício a André Luiz Nascimento Reis, superintendente do Interior de São Paulo da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, solicitando agendamento de reunião para tratar sobre o atendimento na agência de Descalvado.

O problema, conforme o vereador o horário reduzido na cidade “tem gerado aglomeração na agência e filas imensas, que fazem com que a pessoa permaneça em espera por mais de uma hora”.

Na opinião dele, “as medidas que deveriam auxiliar no combate à disseminação do vírus, tornam-se o oposto, causando situações caóticas e extremamente arriscadas para os usuários”.

Além do mais, prossegue, “cidadãos também têm reclamado da demora para a entrega de documentos e encomendas, outro fator que prejudica a população, já que a boa parte das compras dos cidadãos têm sido feitas online”.

Daniel destaca ser “de extrema importância a adoção de medidas urgentes a fim de promover normalização do atendimento aos usuários na agência de Descalvado e acabar com a aglomeração e as com as filas que têm sido registradas”.