Vick Francisco questiona transparência em processo seletivo para contratação de professores

Vereador Luiz Carlos Vick Francisco

O vereador Luiz Carlos Vick Francisco (PPS), é autor de requerimento solicitando à Secretária de Educação e Cultura que preste informações com relação ao Processo Seletivo nº 01/2018 para a contratação temporária de professores para o ano letivo de 2019.

Vick Francisco quer saber quem elabora as provas; com que antecedência as provas são feitas; quem é o responsável pela correção das provas; e, quais as medidas adotadas pela Secretaria para que não haja vazamento de informações sobre o conteúdo das provas.

O parlamentar também pede o envio de cópia da lista de classificação dos últimos cinco anos do Processo Seletivo para a contratação temporária de professores.

Vick Francisco sugere que o Município estude a possibilidade de realizar este Processo Seletivo nos moldes da Secretaria de Educação do Estado, que não realiza provas, mas um cadastramento e uma classificação que leva em consideração a pontuação dos professores de acordo com o tempo de serviço prestado e títulos, entre outros.

O vereador lembra que Prefeitura promoveu, em 2 de dezembro de 2018, o Processo Seletivo nº 01/2018, para o ano letivo de 2019, para a contratação temporária de professor de Educação Básica I, professor de Educação Básica II e professor de Educação Especial.

“Alguns candidatos levantaram a questão de que as provas são elaboradas e corrigidas pela própria Secretaria e que o caderno de questões da prova não é entregue aos candidatos no final, o que dificulta a apresentação de recursos. Assim, o Processo Seletivo deixa a desejar em relação à transparência e causa insegurança aos candidatos”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *