Vick Francisco pede semáforos na região central

Vereador Luiz Carlos Vick Francisco

O vereador Luiz Carlos Vick Francisco (PPS) encaminhou solicitação à Comissão Municipal de Trânsito (COMUTRAN) visando a instalação de semáforos na região central da cidade. O objetivo é proporcionar maior segurança aos pedestres e motoristas.

Segundo o parlamentar, há pontos críticos que são muito difíceis de transitar. “Posso citar, por exemplo, o cruzamento da Avenida Bom Jesus com a Rua Paula Carvalho, onde há muitas pessoas se dirigindo ao hospital, crianças e pais que se dirigem ao Lar Imaculada Conceição, pessoas que vão ao supermercado, além do trânsito normal da avenida, aponta”.

Vick Francisco lembra que o trânsito é tão complicado que até as faixas de pedestres não são respeitadas.

“Outros cruzamentos que merecem semáforos são na Rua Cel. Arthur Whitacker com a Rua José Bonifácio, próximo ao Fórum, e na Avenida Guerino Oswaldo com a Rua Bezerra Paes, próximo ao banco Santander”, diz.

Vick Francisco espera que “a COMUTRAN autorize e a Prefeitura instale rapidamente os semáforos, em benefício da população descalvadense”.

Ligação entre Jardim Paola e Vicinal Guilherme Scatena

Outra sugestão do vereador é para que sejam interligadas a Avenida Antônio Fregonesi, no bairro Santa Cruz, com a Rodovia Vicinal Guilherme Scatena, que liga o bairro São Sebastião à Usina Ipiranga. Vick Francisco sugere que a interligação ocorra através do bairro Jardim Paola.

“É muito comum o tráfego de caminhões transportando cana-de-açúcar para a Usina Ipiranga ou para a Usina Santa Rita. Mas, como não há ligação entre os bairros Santa Cruz e São Sebastião, eles têm que ir até a Perimetral e andar por ruas estreitas para chegar às Rodovias Vicinais”, observa.

“Acredito que se a Prefeitura investir numa obra que interligue o Jardim Paola com a Vicinal Guilherme Scatena, haverá valorização de toda aquela região e menos trânsito de treminhões pela região central da cidade, dando mais segurança aos motoristas e pedestres”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *