Vick Francisco luta pela melhoria do sinal dos celulares

Segundo Vick, as companhias desrespeitam o direito do consumidor

Há tempos que o vereador Luiz Carlos Vick Francisco luta pela melhoria do sinal dos celulares nos bairros periféricos da cidade. Agora, também os moradores e trabalhadores na zona rural passaram a reclamar da piora no sinal.

Nesta semana, Vick Francisco enviou ofício às empresas de telefonia móvel Vivo e Claro cobrando melhora nos serviços oferecidos à população.

“Hoje, o celular passou a ser necessário, pois, é o meio mais utilizado de comunicação. Porém, as empresas Vivo e Claro, que mais atuam em Descalvado, vendem os aparelhos prometendo facilidades que não estão disponíveis para a nossa população. Quem mora ou trabalha nos bairros e na zona rural de nossa cidade, não têm como se utilizar do aparelho celular. Essas empresas têm que solucionar o caso rapidamente, senão, responderão pelo desrespeito ao direito do consumidor perante a Justiça”, completou o vereador na sessão de segunda-feira (23).

Transparência no agendamento de consultas médicas

Vick Francisco também encaminhou ao Executivo sugestão para a implantação de sistema online para acompanhamento do agendamento de consultas com médicos especialistas. O objetivo é tornar o processo mais transparente aos pacientes.

“Diante das reclamações que tenho recebido de pacientes, sobre a demora no atendimento por médicos especialistas, principalmente, de outras cidades, sugiro ao Prefeito que implante um sistema online, para que os próprios pacientes, de posse de uma senha, acompanhem a ordem de agendamento, tornando o serviço mais transparente. A USP de Ribeirão Preto já utiliza um serviço online e os pacientes se dizem satisfeitos com a transparência que o sistema proporciona”, afirmou o vereador.

Contrato de serviços de informática duvidoso

Utilizando de seu poder de fiscalização do dinheiro público, Vick Francisco requereu ao Executivo cópia do contrato firmado entre a Prefeitura e uma empresa de informática. O vereador apurou que nos últimos dois anos, a empresa já recebeu mais de 600 mil reais da Prefeitura e ainda quer receber mais 200 mil reais que, segundo ela, estão atrasados.

Esses elevados valores chamaram a atenção do vereador, que agora quer analisar o contrato para saber quais os serviços prestados ao Município e como ele são cobrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *