Vaguinho sugere manutenção de serviços essenciais em dias de ponto facultativo

Vereador Vagner Basto

O vereador Vagner Basto (PRB) sugere ao Executivo que nos dias em que for decretado ponto facultativo permaneçam os atendimentos que são serviços essenciais, principalmente os que são prestados pelas Unidades de Saúde da Família (USF).

“Nos dias de ponto facultativo as Unidades de Saúde da Família também ficam fechadas, prejudicando o regular atendimento aos cidadãos descalvadenses. É muito importante suprir as necessidades dos cidadãos, principalmente no que tange à saúde, ainda mais quando se trata de crianças e idosos”, afirma.

Vaguinho destaca que são definidos como essenciais tratamento e abastecimento de água; produção e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis; assistência médica e hospitalar; distribuição e comercialização de medicamentos e alimentos; serviços funerários; transporte coletivo; captação e tratamento de esgoto e lixo; telecomunicações; guarda, uso e controle de substâncias radioativas, equipamentos e materiais nucleares; processamento de dados ligados a serviços essenciais; controle de tráfego aéreo; e, compensação bancária

Coleta Seletiva

O parlamentar indica ao Executivo que implante coleta seletiva do lixo, separando os resíduos orgânicos e recicláveis, a fim de diminuir os impactos ao meio ambiente e tornar o Município uma referência em sustentabilidade.

“Atualmente não é feita a separação do lixo orgânico e reciclável, o que faz com que todos os materiais sejam descartados. A coleta seletiva, assim como a reciclagem, é prática necessária para o bom uso dos recursos ambientais”, argumenta.

Na opinião de Vaguinho, são inúmeros benefícios da coleta seletiva, como a diminuição dos impactos ambientais, a geração de renda aos coletores, além da economia com o transporte dos resíduos ao aterro sanitário de Guatapará.

Metas

Vaguinho cobra o cumprimento da Lei Municipal n.º 3.664/2013, que determine aos representantes da Administração a apresentação dos planos e metas de cada Secretaria, referentes aos anos 2018/2019.

“Desde que assumiu, a equipe do atual governo não apresentou seus planos e metas. Os vereadores, como legítimos representantes do povo, devem, dentre tantas funções, fiscalizar a aplicação dos recursos municipais e ter conhecimento dos projetos que serão desenvolvidos ao longo do ano”, frisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *