Paulinho pede combate à proliferação de animais peçonhentos

Vereador Paulinho Gabrielli

O vereador Paulinho Gabrielli (PPS) solicita à Prefeitura providências para combater a proliferação de baratas, aranhas e escorpiões no Município para garantir segurança dos cidadãos e evitar a proliferação de doenças que estes animais transmitem.

“É constante a reclamação dos cidadãos com relação ao aparecimento regular de baratas, escorpiões e aranhas que invadem suas residências, causando pânico e colocando em risco a saúde dos moradores”, aponta.

Paulinho diz ser “relevante o aumento de acidentes com escorpiões, sendo um motivo nítido a falta de limpeza dos terrenos do Município”.

Ainda de acordo com o parlamentar, “as baratas são a principal fonte de alimento dos escorpiões, portanto se não for combatida, com a infestação das mesmas, o aumento de escorpiões também irá crescer”.

Dengue

Paulinho solicita que a prefeitura tome providências e notifique para que a empresa faça a limpeza do espaço da antiga Vigor e que o local seja mantido em ordem, conforme já acordado anteriormente.

“As áreas que formam o complexo da antiga Vigor encontram-se em completo estado de abandono. Há muitos anos, o local tem sido alvo de reclamações por parte dos munícipes, especialmente os que residem naquelas imediações”, afirma.

O parlamentar lembra que “há alguns meses, depois de muitas tratativas, foram retirados moradores de rua que ali se abrigavam sem qualquer condição de higiene e segurança; na ocasião, foi efetuada a limpeza do espaço, mas, mais uma vez, o mato está alto, o que favorece o acúmulo de sujeira e a proliferação de animais peçonhentos, além de formar locais ideais para criadouros de larvas do mosquito Aedes aegypt.

Escola

Paulinho sugere à Secretaria de Educação e Cultura a mudança de local da ETEC “Antonia Tenan Schilter”, que atualmente se encontra no prédio do antigo SESI para o espaço da EMEF Professora “Maria Sylvia Traldi de Marco”.

Segundo ele, a medida visa proporcionar um local adequando caso a cidade seja contemplada com a vinda de um curso técnico em período integral.

“O prédio da EMEF Maria Sylvia Traldi de Marco, sempre foi proposto pelo Poder Executivo, quando se solicitava a vinda de cursos de período integral como o ETIM. O espaço da EMEF é mais apropriado para receber um curso de porte integral, tendo em vista sua estrutura física”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *