CÂMARA MUNICIPAL DESCALVADO

Do Estado de São Paulo

Paulinho destaca trabalho dos novos Cidadãos Honorários de Descalvado

Vereador Paulinho Gabrielli com Tuca e Marizete

O vereador Paulinho Gabrielli (Cidadania) é autor dos projetos de concessão dos títulos de Cidadania Honorária a Marizete Coutinho Fernandes e Luis Francisco Lefcadito Álvares, Tuca. A solenidade de entrega ocorreu na noite de quinta-feira, 12 de dezembro.

“Trata-se de duas pessoas, duas personalidades, que muito contribuíram e continuam contribuindo com nossa cidade. São pessoas queridas e dedicadas que amam de verdade Descalvado e atuam para melhorar cada vez nossa cidade”, frisa.

Marizete Coutinho Fernandes, natural de Campo Grande (MS), além de atuar por mais de 20 anos em seu consultório, trabalhou no CAIC “Dr. Cid Muniz Barreto”; trabalhou no “Projeto Criança”; foi presidente da APAE por 4 anos; e, foi diretora do Centro Odontológico Municipal.

“Excelente pessoa e grande profissional, dra. Marizete realizou importantes trabalhos em Descalvado, sendo responsável, entre outras realizações, pela implantação do projeto de Ortopedia Funcional dos Maxilares na rede pública municipal de Descalvado”, aponta.

Tuca

O mineiro de Poços de Caldas, Luis Francisco Lefcadito Álvares, Tuca, trabalhou como representante comercial autônomo, vendendo rações, insumos e pintinhos no auge da avicultura descalvadense.

Foi conselheiro tutelar durante sete; exerceu funções de assessoria na Prefeitura; dirigiu o Museu Municipal; e, foi diretor de Cultura no Município. Em 2015, dirigiu e fez o roteiro do documentário “Descalvado Tem”. É vice-presidente da Darevi, e, atualmente, está documentando a restauração da Praça Barão do Rio Branco, além de ser apresentador e comentarista do Programa Semanal “Arapucas da Política”.

“Foi com grande satisfação que apresentei os projetos de concessão de Cidadania Honorária de Descalvado para essas duas grandes personalidades e com alegria vi os projetos serem aprovados por unanimidade por meus colegas vereadores. São duas pessoas, agora nossos irmãos e conterrâneos, que merecem nosso respeito e admiração”, conclui.