Auditor da Receita Federal defende destinação social do Imposto de Renda

Vereador Luiz Carlos Vick Francisco e o palestrante Júlio Alfredo Hahn Curvo

A Câmara Municipal de Descalvado recebeu, na noite de quarta-feira, 29 de março, o engenheiro e auditor fiscal da Receita Federal, Júlio Alfredo Hahn Curvo, que falou sobre a destinação social do Imposto de Renda (IR) por pessoas físicas e jurídicas, a convite do vereador Luiz Carlos Vick Francisco (PPS).

Curvo, que atua na agência da Receita em Ribeirão Preto, orientou contribuintes, autoridades, representantes de conselhos municipais, estudantes e cidadãos sobre como repassar parte do IR devido aos fundos municipais para financiamento de projetos sociais, culturais e de lazer.

Bastante didático e com exemplos simples, o palestrante mostrou como os contribuintes devem proceder e destacou as vantagens para os fundos municipais que administram os recursos destinados a entidades que atuam na defesa dos direitos de crianças e adolescentes e dos idosos, entre outros.

Pessoas físicas (cidadãos) podem repassar um valor de até 6% do imposto devido (subtração do total pelas deduções possíveis), já as pessoas jurídicas (empresas) podem destinar até 1% do valor do imposto devido. “É fácil e vantajoso para contribuintes e entidades”, reiterou.

O auditor fiscal afirmou que com a destinação social é possível ajudar as entidades e o próprio Município e ainda diminuir o valor do imposto a ser pago à Receita Federal. “É um dinheiro de pessoas e empresas da cidade que fica na cidade e é aplicado em ações para pessoas da cidade”, disse.

O recolhimento do Imposto de Renda 2017 teve início no dia 1º de março e vai até o dia 28 de abril. Por isso, Curvo insistiu àqueles que ainda não enviaram sua declaração para que destinem aos fundos municipais e incentivem parentes e amigos a fazerem o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *