Argeu cobra análise da água distribuída na cidade

Vereador Argeu Donizetti Reschini

O vereador Argeu Donizetti Reschini (PTB) cobra que a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) realize a análise da água destinada ao uso da população de Descalvado.

O parlamentar cita a Portaria n.º 2.914/2011, do Ministério da Saúde. O Artigo 3º diz que “toda água destinada ao consumo humano, distribuída coletivamente por meio de sistema ou solução alternativa coletiva de abastecimento de água, deve ser objeto de controle e vigilância da qualidade”.

Já o Artigo 4º da mesma Portaria determina que “toda água destinada ao consumo humano proveniente de solução alternativa individual de abastecimento de água, independentemente da forma de acesso da população, está sujeita à vigilância da qualidade da água

Argeu relata ter informações de que a SEMARH não está realizando a análise da água ofertada à população de Descalvado. “Trata-se de uma questão de saúde pública”, alerta.

Auxílio Alimentação

O vereador solicita ao Executivo que ajuste o valor pago aos servidores municipais, referente ao auxílio alimentação, já que os funcionários que optaram por receber a cesta básica têm uma perda mensal de R$ 10,05.

“Os servidores municipais possuem o benefício auxílio alimentação, onde optam por receber o valor de R$ 350 na folha de pagamento ou uma cesta básica mais o valor de R$ 250 na folha”, explica.

“O custo da cesta básica é de R$ 89,95, portanto, o desconto a ser aplicado no auxílio alimentação dos funcionários não é de R$ 100, como é feito atualmente, e sim de R$ 89,95”, aponta.

“Essa diferença de R$ 10,05 faz muita falta para as famílias, visto os preços exorbitantes dos alimentos como frutas, verduras e carnes, entre outros’, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *